Mais de 200 bombeiros conseguiram apagar o incêndio dentro do Eurotúnel, que liga a França à Inglaterra, sob o Canal da Mancha. O túnel permanece fechado desde a tarde de quinta-feira, quando as chamas começaram, e todos os trens que fariam a travessia entre os dois países nesta sexta-feira foram cancelados.

A Eurostar, empresa que administra o transporte ferroviário dentro do Eurotúnel, aconselha que os passageiros remarquem suas passagens ou peçam reembolso.

O incêndio começou na tarde de quinta-feira quando um caminhão que estava sendo transportado por um trem de carga pegou fogo.

Trinta e duas pessoas foram retiradas do local, sendo que 14 sofreram ferimentos leves, incluindo intoxicação pela fumaça.

Acidente
O ministro do Transporte francês, Dominique Bussereau, acredita que "um acidente" teria causado o incêndio.

O caminhão que tombou dentro do túnel estava transportando um produto tóxico utilizado pela indústria farmacêutica. Acredita-se que a susbtância tenha dado início às chamas, afirmaram as autoridades francesas.

O diretor do Eurotúnel, Jacques Gounon, disse a rádios francesas que parte dos serviços poderiam ser retomados ainda na sexta-feira.

"Sem fazer nenhuma promessa, acreditamos que metade dos serviços devem ser retomados ao longo do dia".

Ele acreditou que o trecho norte do túnel, onde o incêndio ocorreu, "permanecerá fechado durante dias".

O fechamento do túnel na tarde de quinta-feira provocou grandes engarrafamentos nas estradas próximas à entrada do Eurotúnel do lado britânico.

O Eutotúnel registrou vários incidentes desde que abriu para o tráfego em 1994, apesar de apenas um - um incêndio em 1996 - ter causado vítimas fatais.

Exercícios para garantir a segurança em caso de incidentes no túnel sempre são realizados pela polícia, bombeiros e serviços de resgate da Inglaterra e da França.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.