Bombardeios visando comandante de exército iraquiano matam 7

FALLUJA, Iraque (Reuters) - Três bombas explodiram em uma área residencial próxima a Ramadi, na província de Anbar no oeste do Iraque, nesta quinta-feira, matando sete pessoas inclusive parentes de um comandante de forças especiais anti-terroristas do Exército iraquiano, informou a polícia. As bombas foram instaladas durante a noite na casa do oficial, Waleed al-Hiti, e casas adjacentes, disse a polícia.

Reuters |

Hiti foi gravemente ferido e seu pai, sua mãe, duas irmãs, irmão e cunhada, assim como o advogado, foram mortos.

O bombardeio ocorreu na cidade de Hit, cerca de 130 quilômetros a oeste de Bagdá.

Há 8 dias, dois ataques suicidas mataram ao menos 27 pessoas e feriram mais de 100 em Anbar, principal região árabe sunita do Iraque. Os ataques tinham como alvo o governador de Anbar, Qassim Mohammed, que foi gravemente ferido.

Os ataques ressaltam o poder de resistência da insurgência iraquiana, apesar de uma queda brusca na violência na nação que se prepara para a eleição nacional do dia 7 de março.

(Reportagem de Fadhel al-Badrani)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG