Bombardeios matam 23 supostos insurgentes no Paquistão

Islamabad, 9 mai (EFE).- Pelo menos 23 supostos fundamentalistas morreram vítimas de bombardeios das forças aéreas paquistanesas sobre vários esconderijos insurgentes na região tribal de Orakzai, informou uma fonte oficial citada pelo canal de TV "Dawn".

EFE |

Islamabad, 9 mai (EFE).- Pelo menos 23 supostos fundamentalistas morreram vítimas de bombardeios das forças aéreas paquistanesas sobre vários esconderijos insurgentes na região tribal de Orakzai, informou uma fonte oficial citada pelo canal de TV "Dawn". Conforme a fonte, as forças de segurança estabeleceram postos de controle na área de Daburi como parte da ofensiva terrestre da guarda de fronteiras paquistanesa nesta demarcação, que dura já um mês. Orakzai é a única demarcação das áreas tribais paquistanesas que não faz limite com o Afeganistão, embora esteja perto da fronteira. Pelo menos 307 mil pessoas já deixaram suas casas na região e no distrito vizinho Kurram, devido aos combates. O Exército do Paquistão, que em seus relatórios não inclui a morte de civis, mantém atualmente operações em vários pontos do conflituoso noroeste e em quase todas as demarcações que formam o cinturão na fronteira tribal com o Afeganistão. EFE igb-daa/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG