GAZA -Três palestinos morreram e outros dois ficaram feridos na madrugada desta sexta-feira em uma série de bombardeios israelenses no centro e no sul da Faixa de Gaza, em ataque realizado em resposta ao lançamento de 19 projéteis contra território de Israel, informaram fontes médicas.

Os aviões de guerra israelenses lançaram mísseis contra a área fronteiriça entre Gaza e Egito e destruíram dois dos túneis de contrabando subterrâneos, disseram testemunhas.

Os F-16 também atacaram um edifício no sul de Gaza que pertence ao braço armado do Hamas, o movimento islâmico que governa o território palestino, acrescentaram as testemunhas.

Segundo o escritório de informação militar israelense, o lugar era usado para a fabricação de foguetes Qassam.

Outros três bombardeios foram contra áreas abertas, em uma represália do Estado judeu após o lançamento em solo israelense de 17 bombas e dois foguetes artesanais, lançados de Gaza por milícias palestinas.

Em comunicado, o Exército israelense afirma ter destruído um túnel subterrâneo construído para se infiltrar em seu território, e ressalta que "continuará respondendo contra qualquer tentativa de acabar com a calma nas localidades do sul de Israel".

Ontem, os Comitês Populares de Resistência, uma milícia próxima ao Hamas, assumiram a autoria do maior lançamento de projéteis a partir de Gaza contra Israel em um dia desde a ofensiva militar israelense de um ano atrás contra território palestino, que matou cerca de 1,4 mil palestinos mortos, na maioria civis.

Leia mais sobre Faixa de Gaza

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.