Bombardeio mata 64 civis num hospital no Sri Lanka

A guerrilha tâmil do Sri Lanka afirmou neste sábado em seu site que pelo menos 64 civis morreram num bombardeio do exército contra um centro médico em seu reduto no nordeste, mas os militares negaram a informação.

AFP |

A página Tamilnet.com indicou que dois obuses foram lançado contra um pequeno ambulatório situado nos 5 Km2 que continuam nas mãos dos Tigres para a Libertação do Eelam Tâmil (LTTE).

Os militares têm ordens há algumas semanas de não fazer uso de armas pesadas contra a zona de conflito que permanece nas maos dos Tigres com cerca de 20.000 a 50.000 habitantes.

A ONU estima que 200.000 pessoas fugiram dos combates desde janeiro, mais da metade desde 20 de abril, quando começou o êxodo em massa dos tâmeis. Mas este ano a organização acredita que mais de 6.500 civis tenham morrido e 14.000 ficado feridos.

aj/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG