Bombardeio mata 10 e fere 3 na Somália

Johanesburgo, 5 jul (EFE).- Pelo menos dez pessoas morreram hoje e outras três ficaram feridas devido a um bombardeio no distrito de Karan, no norte de Mogadíscio, informou hoje a emissora local Rádio Shabelle.

EFE |

Estes últimos ataques ocorrem depois que 22 pessoas morreram e 70 ficaram feridas em dois dias de combates entre grupos extremistas islâmicos e as tropas do Governo Federal de Transição da Somália, que começaram na quarta-feira passada.

Segundo o site da "Rádio Shabelle", que cita testemunhas, os feridos foram levados a hospitais da zona, enquanto os corpos das vítimas ainda não foram recolhidos pelas ambulâncias.

A emissora destacou que os bombardeios vinham de uma zona da capital controlada pelas forças governamentais e que não se sabe a razão do ataque ao distrito de Karan, já que, até agora, nessa zona, não tinha havido enfrentamentos entre os radicais islâmicos e as forças governamentais.

As milícias do Al-Shabaab - vinculadas pelos Estados Unidos à Al Qaeda - e o grupo armado aliado Hizbul Islam lançaram uma ofensiva militar contra as forças do Governo Federal de Transição em 8 de maio.

A oposição armada, apoiada por centenas de combatentes estrangeiros, controla vários distritos de Mogadíscio e uma coalizão militar liderada pelo Al-Shabaab ocupa a cidade portuária de Kismayo, no sul do país.

Enquanto isso, a "Rádio Shabelle" informou que a Etiópia reforçou sua presença militar na zona fronteiriça do centro da Somália - dentro do território somali - nas proximidades da cidade de Beledweyne, na região de Hiram. EFE hc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG