Bombardeio israelense em Gaza deixa três mortos

Três irmãos palestinos morreram, nove pessoas ficaram feridas e uma está desaparecida após um bombardeio israelense na madrugada desta terça-feira contra dois túneis contrabando no sul da Faixa de Gaza.

AFP |

O ataque aéreo foi uma represália a um disparo de morteiro contra o sul de Israel, que deixou um soldaod ferido, segundo uma fonte militar.

Os túneis bombardeados, próximos da cidade de Rafah, na fronteira com o Egito, desabaram no momento em que alguns palestinos cavavam no local, segundo fontes médicas palestinas.

Três irmãos, Mansur (30 anos), Wael (26) e Ibrahim al Batniji (24), faleceram no ataque. Nove palestinos ficaram feridos, três deles em estado grave, e outro é considerado desaparecido.

As equipes de emergência tentavam retirar os escombros para encontrar eventuais vítimas.

Os túneis em Rafah são usados para o tráfico de armas, de combustível e de mercadorias do Egito para a Faixa de Gaza, submetida a um bloqueio israelense desde que o grupo radical Hamas tomou o poder pela força no território em junho de 2007.

Um palestino já havia morrido na segunda-feira em disparos israelenses na zona norte da Faixa de Gaza.

Depois do incidente, o Exército informou que três obuses de morteiro haviam sido disparados contra Israel e um deles feriu um soldado.

Como resposta aos foguetes lançados a partir deste território, o Exército israelense executou uma ofensiva contra o movimento islamista entre 27 de dezembro e 18 de janeiro.

A operação matou mais de 1.400 palestinos, a maioria civis, e deixou 5.000 feridos.

az/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG