Bombardeio do Exército paquistanês mata 12 em reduto talibã

Islamabad, 9 jul (EFE).- Pelo menos 12 supostos insurgentes morreram hoje em um bombardeio realizado pelas Forças Aéreas do Paquistão na região tribal do Waziristão do Sul, reduto do líder dos talibãs paquistaneses, Baitullah Mehsud, informaram os canais de televisão do país.

EFE |

Fontes de inteligência, citadas pela rede "Dawn", disseram que aviões de combate bombardearam refúgios dos extremistas situados em quatro municípios da demarcação, na fronteira com o Afeganistão.

As forças de segurança recuperaram os cadáveres entre as ruínas das casas que ficaram destruídas durante a ação militar.

Há várias semanas, aviões paquistaneses realizam bombardeios neste distrito, onde o comando militar está fazendo os últimos preparativos para uma grande operação contra Mehsud e sua rede insurgente, que assumiu a maioria dos atentados cometidos recentemente no Paquistão.

Além disso, aviões não tripulados americanos realizam com frequência ataques com mísseis contra refúgios e campos de treinamento dos talibãs em Waziristão do Sul.

Pelo menos 19 extremistas morreram ontem em duas ações deste tipo que, apesar de serem rechaçadas em público pelo Governo do Paquistão, contam com o consentimento tácito das autoridades do país, admitiram à Agência Efe diversas fontes militares e de inteligência paquistanesas e americanas. EFE igb-mb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG