Bombardeio da Otan deixa pelo menos 17 mortos no Afeganistão

Cabul, 17 out (EFE).- Um bombardeio das forças da Otan na província afegã de Helmand (sul) deixou pelo menos 17 civis e vários insurgentes mortos, informaram à Agência Efe diferentes fontes oficiais.

EFE |

Os aldeões do distrito de Nad Ali levaram os corpos de 17 civis mortos até a capital provincial, Lashkar Gah, disse à Efe Daoud Ahmadi, porta-voz do governador.

Embora Ahmadi não tenha informado a causa das mortes, a Força Internacional para a Assistência à Segurança (Isaf) - que atua sob comando da OTAN - reconheceu a existência de um "fato" relacionado a um bombardeio de suas forças na região.

"O fato está sendo investigado neste momento sem que, por enquanto, haja vítimas civis confirmadas", informou a organização.

A confirmação chegou na região por meio do general afegão Mohiyoddin Ghori, que contou à Efe que suas tropas e as forças da Otan iniciaram na última quinta uma operação contra grupos talibãs na região.

O general Ghori afirmou que vários insurgentes morreram na operação e também confirmou a morte de civis, embora não tenha informado um número de mortes definitivo. EFE lo/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG