Bombardeio da aviação paquistanesa mata 13 insurgentes em região tribal

Islamabad, 9 nov (EFE).- A aviação do Exército paquistanês bombardeou hoje posições insurgentes na região tribal de Bajaur, na fronteira com o Afeganistão, e abateu 13 supostos extremistas, segundo fontes citadas pela rede Geo TV.

EFE |

Os ataques aéreos ocorreram nas zonas de Mamond, Damadola e Kharkay contra supostos esconderijos dos talibãs locais, segundo as fontes, que acrescentaram que o número de mortos pode aumentar.

Além disso, helicópteros de combate do Exército atacaram também hoje posições dos fundamentalistas nas áreas de Zorband e Sabagi, na mesma demarcação tribal, na qual o Exército iniciou no começo de agosto uma operação contra a insurgência.

Mais de 1,5 mil fundamentalistas e 73 soldados morreram em Bajaur desde que o começo dessa ofensiva, segundo números oficiais.

O novo Governo do Paquistão, após tentar a via da negociação com os líderes das tribos pashtuns fronteiriças, lançou operações militares contra os insurgentes tanto em Bajaur quanto no vizinho Vale de Swat, onde ontem 15 fundamentalistas morreram, segundo o Exército.

Paralelamente, as forças americanas mobilizadas no vizinho Afeganistão intensificaram seus ataques aéreos no cinturão tribal paquistanês, suposto refúgio de talibãs e membros da Al Qaeda.

Fontes oficiais citadas pelo canal "Dawn TV" informaram sobre um novo ataque aéreo de forças mobilizadas no Afeganistão registrado hoje na demarcação tribal de Khyber, que deixou oito mortos e três feridos. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG