Bomba perto de ônibus escolar mata oito no Paquistão

Pelo menos oito pessoas morreram no noroeste do Paquistão depois que uma bomba explodiu perto de um ônibus escolar e de uma van do serviço prisional nesta quinta-feira, informaram autoridades paquistanesas. O dispositivo, acionado por controle remoto, explodiu em uma estrada na província da Fronteira Noroeste, próximo ao vale do Swat.

BBC Brasil |

Entre os mortos estão pelo menos três crianças, três prisioneiros e dois policiais.

Mais cedo, um ataque suicida a uma delegacia de polícia na capital paquistanesa, Islamabad, deixou pelo menos oito pessoas feridas.

Segundo a polícia, o suicida conseguiu dirigir seu carro para dentro do complexo de segurança e explodiu o artefato dentro do escritório de um batalhão anti-terrorista.

Um policial disse à BBC que pelo menos uma pessoa foi morta no incidente. O prédio veio abaixo com a explosão.

Sessão parlamentar

Os ataques ocorrem apenas três semanas do atentado suicida que matou mais de 50 pessoas no Hotel Marriot em Islamabad.

Nesta quinta-feira, o Parlamento paquistanês se reúne a portas fechadas no segundo dia de uma sessão extraordinária conjunta para ouvir um relato sobre a situação da segurança interna do país.

Os legisladores querem chegar a um consenso sobre a melhor forma de combater o extremismo islâmico e o recente aumento nos casos de ataques suicidas.

O presidente do país, Asif Ali Zardari, que tomou posse há exatamente um mês, prometeu, logo no seu primeiro discurso, combater a militância.

Depois do atentado no hotel Marriot, ele disse que o extremismo islâmico "é uma epidemia, um câncer que temos que arrancar do Paquistão".

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG