Bomba mata pelo menos 20 em jogo de vôlei no Paquistão

Ao menos 32 pessoas morreram em um atentado a bomba durante uma partida de vôlei na conturbada região noroeste do Paquistão. O ataque ocorreu em Lakki Marwat, localidade perto das áreas tribais do Waziristão do Norte e do Sul.

BBC Brasil |

A polícia afirmou que se tratava de um atentado suicida, mas há informações contraditórias sobre como o ataque ocorreu. Segundo alguns relatos, um homem entrou com um carro cheio de explosivos no campo, em um momento em que várias pessoas se reuniam para assistir ao jogo. Fontes de segurança, entretanto, afirmam que o autor do ataque chegou a pé.

Várias pessoas teriam ficado feridas. Pelo menos uma casa perto do campo desabou e várias pessoas ficaram presas sob os escombros.

"Há muitos estragos. Telhados das casas próximas desabaram. Pode haver um grande número de feridos", disse Habibullah Khan.

Segundo a agência de notícias Associated Press, Khan disse que o ataque pode ter sido uma retaliação por tentativas de moradores de expulsar extremistas da área. Eles teriam criado sua própria milícia.

O Waziristão do Norte e do Sul são uma região assolada pela violência extremista, de onde insurgentes lançaram ataques contra a região noroeste do Paquistão, assim como a partes do leste do Afeganistão.

Desde outubro, o Exército do Paquistão vem realizando uma ofensiva contra extremistas no Waziristão do Sul.

O atentado ocorreu no mesmo dia em que uma multidão participava de uma manifestação em Lahore, pedindo paz e estabilidade.

Leia mais sobre: Paquistão

    Leia tudo sobre: atentadoatentado suicidapaquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG