Bomba mata 3 perto de festas da independência colombiana

Tame (Colômbia), 20 jul (EFE).- Dois guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e uma criança morreram quando os rebeldes armavam uma bomba no município de Tame, onde hoje o presidente colombiano, Álvaro Uribe, assiste a um desfile militar pelo 199º aniversário da independência.

EFE |

O Exército deteve também nas últimas horas na vizinha cidade de Arauca dois guerrilheiros das Farc no momento em que preparavam um carro-bomba.

Fontes policiais consultadas pela Agência Efe confirmaram que a explosão da bicicleta-bomba, que matou as três pessoas, ocorreu no domingo.

Isso obrigou as autoridades a extremar as medidas de segurança para o desfile militar dessa segunda-feira, que abre de maneira oficial os festejos pelo ano do bicentenário da independência.

Os guerrilheiros manipulavam os explosivos em uma casa de Puerto Jordán, próxima ao município de Tame, quando explodiu e feriu uma criança de cinco anos que estava com eles, que horas depois morreu em um centro hospitalar.

"Explodiram vários artefatos no momento em que estavam armando uma bicicleta bomba. Infelizmente também morreu uma criança de cinco anos de idade ao ser atingida pela onda explosiva", disseram fontes oficiais.

Soldados do Exército chegaram à região e mantêm um ferrenho controle nessa pequena localidade, que fica perto da fronteira com a Venezuela e é conhecida por ser o berço da independência da Colômbia.

Em Tame acontece hoje o evento central das celebrações do Dia da Independência da Colômbia, lideradas por Uribe e a cúpula militar do país. EFE fer/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG