Bomba explode perto de delegacia de Polícia na Irlanda do Norte

Dublin, 3 fev (EFE).- Uma bomba de baixa potência explodiu hoje nos arredores de uma delegacia de Polícia em Belfast, capital da Irlanda do Norte, uma ação atribuída a grupos dissidentes do desmembrado Exército Republicano Irlandês (IRA) contrários ao processo de paz.

EFE |

Segundo fontes oficiais, a explosão causou danos na cerca que rodeia a delegacia, o que forçou a evacuação dos edifícios vizinhos, no norte de Belfast.

Os grupos foram acusados como responsáveis dos recentes ataques cometidos contra instalações das forças de ordem no condado fronteiriço de Armagh.

No domingo passado, supostos dissidentes do antigo IRA atiraram na base militar de Bessbrook, ao sul de Armagh, mas não foram registrados feridos.

Em março do ano passado, o IRA Autêntico assassinou dois soldados britânicos na base de Massereene Barracks, ao norte de Belfast. Dois dias depois, o IRA de Continuidade atirou contra um policial católico em Armagh.

Outro policial católico, Peadar Heffron, perdeu a perna e permanece hospitalizado em estado grave depois que uma bomba instalada na parte de baixo de seu veículo explodiu no início desse ano.

O moderado Partido Social-Democrata e Trabalhista (SLDP, nacionalista) advertiu hoje que a campanha de violência dos republicanos tem como objetivo "exacerbar a tensão" entre as comunidades e "desestabilizar ainda mais" o processo político na província.

O parlamentar Alban Maginness lamentou que esses grupos "estejam se aproveitando da incerteza" sobre o futuro das instituições do Governo autônomo, que poderiam se desintegrar caso os partidos não cheguem a um acordo sobre a transferência a Belfast das competências de Justiça e Interior, atualmente a cargo de Londres. EFE ja/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG