Bomba explode perto da casa do procurador-geral boliviano

La Paz, 2 nov (EFE).- Um artefato explodiu hoje em uma casa vizinha à do procurador-geral da Bolívia, Mario Uribe, em um atentado que não deixou feridos, informou à televisão estatal o comandante da Polícia departamental, o coronel José Luis Ramallo.

EFE |

O policial frisou que não pode assegurar se o atentado tinha relação com Uribe, já que o lugar do incidente "é adjacente não só ao domicílio do procurador-geral, mas também a outros".

O atentado aconteceu hoje de manhã na cidade de Sucre, no sul do país, onde tem sua sede o Poder Judiciário.

"Foram iniciadas todas as ações investigativas para poder estabelecer a procedência" do explosivo, acrescentou Ramallo.

Fora disso, o coronel detalhou que os bombeiros acharam "fragmentos de pavio lento, de detonante e de uma bolsa plástica negra" no local da explosão, onde ficou uma "cratera de 80 centímetros de diâmetro e 10 de profundidade". EFE az/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG