Bomba é detonada em supermercado de Xangai

Não houve feridos e um suspeito foi preso

EFE |

Uma bomba foi colocada no guarda-volumes de um supermercado de Xangai e detonada à distância nesta segunda-feira.

Antes de explosão, houve uma chamada de aviso, pelo que o local foi evacuado e ninguém ficou ferido, informou o diário oficial "Shanghai Daily". Um suspeito, identificado por seu sobrenome, Qu, foi detido, segundo o periódico.

Uma testemunha, Pan Huayi, contou ao diário que a polícia isolou o lugar meia hora antes da explosão, e retirou as pessoas do popular supermercado de três andares usando a desculpa de que faria uma "simulação de incêndio", mantendo o isolamento do local após a explosão para não chamar a atenção.

Por enquanto se desconhece o motivo do ataque, mas a Polícia local assegura que Qu confessou ter colocado a bomba no supermercado, segundo a agência oficial "Xinhua".

As autoridades do distrito de Jiading divulgaram que, 50 minutos antes da detonação, um homem ligou para o supermercado e pediu para falar com o serviço de atendimento, quando ameaçou explodir o estabelecimento.

Os funcionários localizaram um aparelho explosivo no guarda-volume e chamaram a polícia, que não chegou a tempo para desativá-lo, pelo que a explosão provocou danos em um raio de nove metros.

    Leia tudo sobre: CHINA BOMBA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG