Bomba deixa sete mortos na Colômbia

Por Patrick Markey BOGOTÁ (Reuters) - Sete pessoas morreram e quase 50 ficaram feridas na noite de quinta-feira na explosão de uma bomba durante uma festa numa pequena cidade da Colômbia. Foi o pior ataque atribuído neste ano às Farc, numa suposta retaliação da guerrilha à destruição de lavouras de coca na região.

Reuters |

Nos últimos meses, o governo conseguiu impor sérias derrotas à guerrilha, que, no entanto, continua dominando partes do interior e se financiando parcialmente com o narcotráfico.

TVs mostraram helicópteros militares retirando os feridos mais graves de Ituango, Departamento (Estado) de Antióquia, onde a bomba explodiu em meio às barracas de uma festa típica, por volta de 22h (hora local).

'Eu estava me divertindo com os amigos. Estávamos de pé esperando os outros para irmos à loja quando sentimos uma enorme explosão', disse o sobrevivente Gilbert Alexis a uma rádio. 'Quando levantei minhas pernas estavam machucadas, havia feridos por toda parte'.

A bomba foi deixada dentro de uma lixeira. Depois da explosão, restaram muitos destroços e cadeiras plásticas espalhadas pela rua.

Uribe pretendia viajar na sexta-feira a Ituango. O governador de Antióquia, Luis Alfredo Ramos, disse que um suposto membro das Farc foi detido após o atentado.

Ituango fica numa zona de produção de coca onde recentemente houve protestos contra a erradicação dos cultivos ilícitos. O governo diz que as manifestações foram organizadas pelas Farc.

'[A bomba] pode ser atribuída à 18a. Frente das Farc, em retaliação contra a campanha para erradicar cultivos ilícitos', disse o comandante policial local Luis Eduardo Martinez.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG