Bomba da ETA que explodiu no País Basco continha 5 quilos de explosivo

San Sebastián (Espanha), 4 out (EFE).- A bomba do grupo separatista ETA que explodiu nesta madrugada perto de um tribunal na região de Tolosa (País Basco), sem deixar vítimas, mas causando danos materiais ao edifício e a casas vizinhas, era composta por cinco quilos de um explosivo ainda não especificado.

EFE |

O Departamento de Interior do Governo autônomo basco informou hoje que a bomba, detonada no início da madrugada, estava escondida dentro de uma mochila que havia sido colocada no chão, junto à fachada do tribunal, por dois terroristas.

Vinte minutos antes da explosão, um homem, que disse falar em nome da ETA, havia alertado as autoridades sobre a colocação da bomba.

Imediatamente, vários soldados da Polícia foram enviados ao local a fim para encontrar a bolsa e isolar a área antes da explosão, que abriu uma cratera de aproximadamente três metros de diâmetro e quebrou todos os vidros da fachada.

A bomba também causou danos a alguns edifícios e construções próximas, mas não houve registro de vítimas, embora uma pessoa com dor nos ouvidos tenha sido encaminhada a um centro médico.

O conselheiro de Justiça do Governo basco, Joseba Azkarraga, declarou à imprensa, após visitar o local, que um vigilante de segurança do Palácio de Justiça de Tolosa salvou sua vida "por milagre" depois que abandonou o edifício pouco antes da explosão.

Tanto Azkarraga quanto dirigentes dos principais partidos políticos, além da Associação de Vítimas do Terrorismo, condenaram energicamente o novo atentado da ETA, o terceiro realizado contra sedes judiciais desde o fim de uma trégua de nove meses, em dezembro de 2006. EFE nac/fh/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG