Bomba atinge funeral e mata dezenas no Iraque

Série de ataques desta quinta-feira foi a mais recente em mais de uma semana de atentados que deixaram mais de 200 mortos no país

iG São Paulo |

Um carro-bomba explodiu nesta quinta-feira perto da tenda onde uma família xiita recebia as condolências pelo falecimento de um parente na capital do Iraque, Bagdá. O ataque no bairro xiita de Shula deixou ao menos 48 mortos.

Reuters
Moradores observam danos causados por explosão no distriro de Shula, em Bagdá

Outros cinco ataques foram realizados nesta quinta-feira em Bagdá. As explosões foram as mais recentes em mais de uma semana de atentados que deixaram mais de 200 mortos, desatando preocupações sobre um aumento na violência enquanto o Exército dos EUA se prepara para retirar totalmente do país até o fim do ano.

O principal alvo da violência tem sido a majoritária comunidade xiita e as forças de segurança iraquianas, representando um grande desafio para o primeiro-ministro Nouri al-Maliki e seu frágil governo de coalizão que assumiu no mês passado.

O carro explodiu perto das 14 horas locais no noroeste de Bagdá, deixando pelo menos 48 mortos, incluindo quatro crianças e três mulheres, e 121 feridos. Parte dos feridos está em estado grave, segundo as fontes, que não descartam que o número final de mortos aumente.

Antes do ataque ao funeral, houve registro de outros cinco atentados em diferentes pontos de Bagdá, que causaram ao menos três mortes e 20 feridos.

O mais grave ataque perpetrado nos últimos dias aconteceu há uma semana na cidade de Karbala, no sul do país, onde 50 morreram e outros 150 ficaram feridos em dois atentados suicidas no norte e sul da cidade.

Quatro dias depois, outra ação deixou 31 mortos e 80 feridos por três carros-bomba que explodiram também em Karbala.

Com AP, EFE e AFP

    Leia tudo sobre: iraqueataquexiitasterrorismocarro-bombaeuabagdá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG