Bom tempo ajuda trabalho dos bombeiros e volta dos deslocados na Austrália

Sydney - Os bombeiros combatem neste sábado os incêndios na Austrália favorecidos pelo bom tempo, enquanto os deslocados encotram em seu retorno casas derruídas, carros queimados nas ruas e destruição.

EFE |

Depois de sete dias desde que começaram os incêndios no estado de Victoria, a lista de mortos chega a 181, os desaparecidos somam 50, os edifícios destruídos totalizam 1,834 mil e o terreno arrasado, principalmente florestas, ocupa uma área de 4,13 mil quilômetros quadrados.

As equipes de bombeiros, formadas por 4 mil profissionais de Victoria, de outras partes da Austrália e de países amigos, combateram hoje 12 focos fora de controle e nenhum representava uma ameaça direta para a população.

O subdiretor do Serviço de Bombeiros, Geoff Conway, disse que este tempo favorável, que se prolongará durante o domingo, permite consolidar as linhas de contenção e avançar na extinção das chamas.

Cinzas apareceram arrastadas por ventos do nordeste sobre Melbourne, onde habitam 3,8 milhões de pessoas, e as autoridades alertaram aos cidadãos do risco para a saúde de idosos, crianças e pessoas com problemas respiratórios.

O número de pessoas deslocadas - a Cruz Vermelha chegou a receber 7 mil - começou a cair com a abertura de algumas localidades atingidas.

Os incêndios, alguns provocados, começaram em 7 de fevereiro, quando a região sul da Austrália estava há duas semanas sob uma onda de calor sem precedentes.

Na sexta-feira passada, a Polícia acusou uma pessoa de ter provocado o incêndio que atingiu a localidade de Churchill e matou 21 pessoas.

Leia mais sobre Austrália

    Leia tudo sobre: austrália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG