Bolsas européias caem de olho em Congresso dos EUA

À espera de uma definição acerca do pacote de ajuda aos bancos nos Estados Unidos, os principais mercados europeus operam entre leves altas e leves baixas nesta sexta-feira. A maioria dos indicadores está no vermelho, revertendo uma breve tendência de alta registrada na abertura.

BBC Brasil |

Às 9h48 locais (5h48 de Brasília), o índice FTSE 100 caía 0,36% em Londres, aos 4.853,03 pontos. O CAC 40 perdia 0,3% aos 3.951,53 pontos em Paris, enquanto o DAX recuava 0,12% para 5.654,1 pontos em Frankfurt.

A atenção dos investidores europeus está voltada para a votação do pacote de US$ 700 bilhões para ajudar companhias em risco atualmente em negociação no Congresso americano.

O projeto já passou pelo Senado e será submetido à votação na Câmara dos Representantes ainda nesta sexta-feira.

Na Ásia, os mercados ainda sentiam o efeito da divulgação, na quinta-feira, de números da economia real que mostraram um desaquecimento da atividade econômica nos EUA.

Em Tóquio, o índice Nikkei 225 caiu 1,94% e fechou aos 10.938,14 pontos - o menor nível em três anos -, com os investidores temendo que a desaceleração do mercado americano, essencial para as exportações japonesas, afete as vendas de empresas de tecnologia do país.

A mesma lógica fez o índice Hang Seng cair 2,46% em Hong Kong, para os 17.762,69 pontos.

À exceção de Taiwan, todos os outros mercados asiáticos - Austrália, Cingapura, Índia, Malásia e Tailândia - fecharam ou operam no vermelho. As bolsas de Xangai e de Seul estão fechadas nesta sexta-feira.

Na quinta-feira, o Departamento do Trabalho americano revelou que os pedidos de seguro-desemprego no país aumentaram na semana passada para o maior nível em sete anos.

Por sua vez, o Departamento do Comércio revelou que as encomendas da indústria americana caíram 4% em agosto - a maior contração nas encomendas desde outubro de 2006.

Combinadas com as incertezas sobre o futuro e os efeitos do pacote de ajuda aos bancos, as notícias fizeram as bolsas despencarem nos Estados Unidos e no resto das Américas.

O índice Dow Jones caiu 3,22% para os 10.482,85 pontos. O Nasdaq recuou 4,48% para os 1.976,72 pontos. Já o S&P 500 mergulhou 4,03% para os 1.114,28 pontos.

As bolsas americanas puxaram o restante das bolsas do continente. Em São Paulo, a Bovespa perdeu 7,34% e fechou aos 46.145,10 pontos. No México, a queda foi de 4,34%, para os 24.027,35 pontos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG