Cochabamba (Bolívia), 19 set (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, afirmou hoje que os bolivianos solucionarão seus problemas internos de forma civilizada, como fizeram em outras ocasiões.

Insulza esteve reunido hoje por cerca de quatro horas em Cochabamba (centro) com o vice-presidente boliviano, Álvaro García Linera, e o governador do departamento (estado) de Tarija, o opositor Mario Cossío, porta-voz da base autonomista.

"Tomara que nunca seja necessário exercer nenhum tipo de solidariedade, porque eu tenho certeza que os bolivianos podem resolver seus problemas de forma civilizada", disse Insulza.

O presidente Chávez advertiu que interviria caso seu amigo Evo Morales fosse deposto ou assassinado durante a onda de protestos que assolou o país nas últimas semanas.

"Eu não comento declarações particulares, mas acho que não é bom nesse caso trabalhar com situações hipotéticas desse tipo, porque acho que todos os bolivianos querem a paz e todos queremos a paz na América Latina", disse Insulza, ao ser questionado sobre a advertência de Chávez. EFE ja/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.