Bolívia substituirá 190 militares nas forças de paz no Haiti

La Paz, 31 out (EFE) - Um novo contingente de 190 militares bolivianos partirá hoje em direção ao Haiti para substituir seus compatriotas que desempenham a missão internacional de paz que opera nessa nação caribenha há dois anos.

EFE |

Um porta-voz do Exército boliviano confirmou à Agência Efe que os integrantes da Companhia de Infantaria Mecanizada Bolívia IV viajarão ao Haiti hoje a partir da cidade de Santa Cruz, no leste do país.

Os militares substituirão seus compatriotas que há dez meses estão no Haiti, que devem chegar à Bolívia em 6 de novembro, segundo a "Agencia de Noticias del Ejército" ("Aneb").

Na quinta-feira de manhã, o contingente teve uma cerimônia de despedida simbólica feita pelo comandante-em-chefe das Forças Armadas, general Luis Trigo, em um ato ao qual estavam convidados, mas não compareceram, o presidente Evo Morales e o ministro de Defesa boliviano, Wálker San Miguel.

As Forças Armadas bolivianas participam nas tarefas de paz das Nações Unidas no Haiti desde agosto de 2006 e também são parte de operações similares no Congo. EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG