Bolívia repete votação em região andina

La Paz, 20 dez (EFE).- Mais de 3.

EFE |

600 cidadãos da região boliviana de Oruro, cuja participação nas eleições gerais de 6 de dezembro foi cancelada por falhas técnicas, voltaram a votar hoje para escolher as autoridades do Executivo e do Legislativo para o período 2010-2015.

As anulações dessas 18 mesas, ocasionadas por problemas técnicos na distribuição de material eleitoral em Oruro, impediram que a Corte Nacional Eleitoral (CNE) pudesse fechar a apuração final das eleições.

O presidente da Corte Departamental Eleitoral de Oruro, David Apaza, disse à rádio estatal "Pátria Nueva" que a apuração será realizada assim que o processo terminar na área urbana.

Espera-se que os resultados da área rural cheguem à capital regional na madrugada de segunda-feira, o que permitirá completar os números de Oruro. Ali, o presidente Evo Morales foi reeleito com apoio de 79% (84,9% dos votos apurados).

A Apaza sustentou que a CNE teria que entregar os resultados finais das eleições gerais na Bolívia o mais tardar um dia depois que Oruro envie os dados pendentes.

Os últimos números publicados pelo organismo eleitoral, com 99,23% dos votos apurados no país, dá a Morales o triunfo com 64,08% dos votos. EFE gb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG