Bolívia rejeita envolvimento em conflito no Peru

La Paz, 8 jun (EFE).- O Governo boliviano rejeitou hoje as insinuações que ligariam o presidente Evo Morales ao conflito ocorrido em uma região amazônica peruana.

EFE |

Em entrevista coletiva, o porta-voz presidencial, Iván Canelas, criticou declarações de parlamentares peruanos que aparentemente vinculam uma carta enviada por Morales à cúpula indígena realizada recentemente em Puno (Peru) com a origem do conflito da região de Bagua.

Após ler a carta, Canelas sustentou que é "pouco ético" ligar o presidente boliviano aos incidentes ocorridos na semana passada no Peru.

"Imaginem o que teria ocorrido se o presidente tivesse assistido ao encerramento desse encontro", acrescentou.

Os enfrentamentos ocorridos na região peruana de Bagua, na semana passada, entre indígenas e a Polícia, terminaram com a morte de 24 agentes e nove nativos, segundo números oficiais, embora outras fontes assegurem que há entre 30 e 50 aborígines mortos. EFE gb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG