Bolívia: prefeito de Pando se soma à greve de fome contra Evo Morales

O prefeito opositor Leopoldo Fernández do departamento de Pando, na fronteira com o Brasil, somou-se à greve de fome que realizam seus pares de Santa Cruz (leste) e Beni (norte), contra o presidente Evo Morales, informou hoje a prefeitura desta região do norte da Bolívia.

AFP |

Fernández, um veterano dirigente da direita, "está em greve de fome", informou à AFP o escritório de imprensa da prefeitura.

As três regiões, junto com a de Tarija (sul) e Chuquisaca (sudeste), pedem ao poder executivo a devolução de 166 milhões de dólares de contribuições públicas anuais, que o governo utiliza para pagar um bônus a todas as pessoas com mais de 60 anos.

Os prefeitos Ernesto Suárez (Beni) e o poderoso Rubén Costas (Santa Cruz) iniciaram o jejum voluntário entre segunda e terça-feira.

jac/jlv/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG