Bolívia pedirá US$ 100 mi a Rússia para comprar equipamento militar

La Paz, 2 abr (EFE).- A Bolívia quer conseguir junto à Rússia um crédito superior a US$ 100 milhões para a compra de equipamento militar de logística, com o objetivo de também adquirir helicópteros para tarefas de defesa civil.

EFE |

O vice-presidente boliviano, Álvaro García Linera, disse à imprensa que o presidente do país, Evo Morales, retomará o assunto na reunião que terá hoje com o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, em Caracas.

Linera lembrou que a Bolívia tenta obter desde 2009 um empréstimo de até US$ 100 milhões para "repor material" das Forças Armadas e para a compra de veículos militares.

O Governo de Evo Morales esclareceu que o plano de equipamento e modernização das Forças Armadas não é para provocar seus vizinhos, mas para defender a unidade do país e seus recursos naturais.

Uma parte do empréstimo russo servirá também para financiar a compra de um novo avião presidencial que será fabricado pela empresa estatal russa Ilyushin Finance Co.

Morales também se reunirá com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, para conversar sobre temas bilaterais de caráter comercial.

EFE gb/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG