Bolívia pede ajuda internacional para controlar epidemia de dengue

La Paz, 12 fev (EFE).- O Governo da Bolívia pediu ajuda econômica e equipamentos de fumigação à comunidade internacional para controlar a epidemia de dengue que desde o começo do ano deixou 17.

EFE |

371 doentes em todo o país.

O diretor nacional de Epidemiologia, Juan Carlos Arraya, disse à Agência Efe que são necessários US$ 2 milhões de dólares e 500 aparelhos de fumigação para enfrentar esta emergência sanitária provocada pela maior epidemia de dengue no país em uma década.

O Governo destinou US$ 1,2 milhão para controlar a doença e realizar tarefas de atendimento humanitário, e a organização Corporação Andina de Fomento (CAF) ofereceu US$ 1,1 milhão, sendo US$ 1 milhão em forma de crédito.

O maior problema para combater a doença na Bolívia é a falta de fumigações, porque o número atual de aparelhos é "insuficiente", disse Arraya.

Autoridades sanitárias bolivianas temem que o número de contagiados pela dengue chegue a 50 mil em março, período em que o país ainda recebe um grande volume de chuvas.

Deste número, aproximadamente 500 corresponderiam à dengue hemorrágica, a variante mais perigosa da doença.

O funcionário ratificou que, até o momento, foram registradas seis mortes por dengue hemorrágica, enquanto se espera a confirmação de outro possível caso, de uma criança de 11 anos, em Santa Cruz.

EFE vs/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG