Tamanho do texto

La Paz, 2 abr (EFE) - O Governo da Bolívia nega que a Colômbia tenha pedido informação ou alertado para a presença da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias (Farc) na região cocaleira de Chapare (centro), disseram hoje fontes oficiais.

Segundo uma fonte do Ministério da Defesa, este escritório não recebeu qualquer solicitação de dados ou um alerta do Governo do presidente Álvaro Uribe, como publicou esta semana o jornal "El Tiempo" de Bogotá, ao citar um relatório do Departamento Administrativo de Segurança (DAS) da Colômbia.

Este periódico publicou na terça-feira passada que a inteligência colombiana advertiu em várias ocasiões aos Governos de Argentina, Brasil, Equador, Venezuela e Bolívia da presença das Farc em seu território.

O jornal "La Razón", de La Paz, citou hoje o relatório do DAS e indicou que o Governo colombiano contatou as autoridades bolivianas em pelo menos três ocasiões, para alertar-lhes sobre a presença das Farc em seu país. EFE az/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.