Bolívia insiste que Reyes Villa fugiu para os Estados Unidos

La Paz, 3 jan (EFE).- O Governo da Bolívia insistiu hoje que o ex-candidato presidencial opositor Manfred Reyes Villa fugiu de seu país para os Estados Unidos e rejeitou assim as reportagens jornalísticas que questionam esta versão.

EFE |

"Reyes Villa saiu da Bolívia, seguiu para os Estados Unidos, e é o que informamos por escrito de maneira oficial ao presidente" Evo Morales, afirmou hoje o ministro do Interior, Alfredo Rada, em uma entrevista à rádio estatal.

Rada insistiu em que, com sua saída do país, o político opositor "burlou os controles migratórios e a ordem judicial" que impedia viajar ao exterior.

O ministro descartou as declarações à versão que publica hoje o jornal de "La Paz La Prensa" que questiona que o ex-candidato presidencial tenha saído do país.

Uma fonte do Governo disse ao jornal que o Executivo também tem a hipótese que Reyes Villa continua na Bolívia, por isso que, indicou, os organismos de inteligência prosseguem suas investigações no país.

Segundo os relatórios de inteligência citados pelo Governo de La Paz, o opositor saiu da Bolívia para o Peru por estrada em 14 de dezembro e, um dia depois, partiu a partir de Lima em um avião em direção aos Estados Unidos.

Fontes do Aeroporto Internacional Jorge Chávez, de Lima, afirmam que não está nos registros migratórios do terminal aéreo o nome do ex-candidato boliviano na data citada pelo Governo boliviano, mas não descartaram a possibilidade dele ter saído do Peru com outra identidade. EFE lav/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG