Bolívia estuda comprar aviões de treinamento militar do Brasil ou Chile

O governo da Bolívia está estudando a compra de aviões de treinamento militar do Brasil ou do Chile, informou o ministro boliviano da Defesa, Walker San Miguel.

AFP |

"Há duas possibilidades para adquirir aviões de treinamento básico. As únicas fábricas estão no Chile, a 'Enaer' (Empresa Nacional de Aeronáutica do Chile), e no Brasil, a Embraer", declarou San Miguel, citado nesta quarta-feira pelo jornal La Razón.

"Já pedimos as especificações para a possibilidade de adquiri-los no Chile", disse o ministro da Defesa, acrescentando que nada ainda estava definido, após sua visita terça-feira a Santiago, onde participou da criação oficial do Conselho de Defesa Sul-Americano da Unasul (União das Nações Sul-Americanas).

Ele não precisou a quantidade de aeronaves pretende comprar. O governo boliviano já iniciou gestões para comprar uma frota de seis aviões de caça, bimotores, da República Tcheca, por 59 milhões de dólares, que seriam usados, principalmente, para a luta contra o narcotráfico.

jac/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG