Bolívia e Paraguai assinarão acordo sobre fronteira na Argentina

Os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e do Paraguai, Fernando Lugo, assinarão na próxima segunda-feira na Argentina um acordo de limites, depois de 74 anos do fim da guerra que ambos os países livraram na década de 30, anunciou neste sábado a Chancelaria boliviana.

AFP |

Em uma cerimônia na casa de governo de Buenos Aires, os presidentes da Bolívia e Paraguai "receberão a Memória Final e a Ata sobre a conclusão dos trabalhos da Comissão Demarcadora de Limites", segundo um comunicado da Chancelaria.

O Tratado de Paz, Amizade e Limites assinado em 1938 entre Paraguai e Bolívia estabeleceu uma comissão mista para definir sobre o terreno a linha divisória entre ambos os países.

"Esta Comissão, presidida por um representante dos Estados que propiciaram a assinatura do mencionado Tratado de Paz (Argentina, Brasil, Chile, Estados Unidos, Peru e Uruguai), deu por concluídas suas tarefas e apresentará um relatório final, sobre a demarcação completa dos limites territoriais entre o Paraguai e a Bolívia", disse o documento.

A comissão finalizou as tarefas de delimitação a 74 anos do fim da Guerra do Chaco (1932-1935) pelo controle do Chaco Boreal, uma região rica em petróleo, e na que morreram cerca de 100.000 pessoas.

rb/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG