outro Kosovo no país - Mundo - iG" /

Bolívia diz que opositores queriam criar outro Kosovo no país

La Paz, 5 mai (EFE).- O Governo da Bolívia afirmou hoje que os líderes opositores do departamento de Santa Cruz, os quais a Promotoria liga à suposta trama terrorista descoberta no país, queriam criar outro Kosovo e cometer traição à pátria.

EFE |

O porta-voz da Presidência boliviana, Iván Canelas, fez alusão ao relatório divulgado ontem pelo procurador Marcelo Sosa, que relaciona vários políticos e empresários com o grupo armado desarticulado há três semanas em Santa Cruz.

Segundo Sosa, alguns dos detidos por este caso citaram o governador de Santa Cruz, Rubén Costas, e os empresários Branko Marinkovic, Guido Nayar, Pedro Yovhío e Mauricio Roca, entre outros, como envolvidos com a suposta trama terrorista.

De acordo com as investigações da Procuradoria, o grupo pretendia supostamente assassinar o presidente boliviano, Evo Morales, organizar milícias de resistência em Santa Cruz e provocar uma separação territorial.

"Antes de se defenderem na mídia, devem se submeter à Justiça boliviana", disse Canelas ao rejeitar a crítica dos opositores de que todo o relatório seria uma "montagem política" contra a oposição.

O presidente do Senado boliviano, o opositor Oscar Ortiz, criticou hoje a atuação de Sosa porque, segundo sua opinião, contradiz as "normas legais" ao revelar nomes de supostos envolvidos sem uma investigação prévia. EFE ja/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG