vacila diante dos EUA - Mundo - iG" /

Bolívia diz que cúpula da Unasul revelará quem vacila diante dos EUA

La Paz, 27 ago (EFE).- O Governo da Bolívia afirmou que a cúpula de amanhã da União de Nações Sul-americanas (Unasul) mostrará que presidentes da América do Sul tremem diante do império americano e quais defendem a soberania da região.

EFE |

Em entrevista na cidade de Trinidad, no departamento (estado) de Beni, o ministro da Presidência, Juan Ramón Quintana, disse que o encontro da Unasul em Bariloche (Argentina) revelará de "corpo inteiro" os governantes que "decidiram reconquistar a soberania de seu povo, de seu território".

A reunião, acrescentou, também vai demonstrar aqueles que "estão decidindo submeter seus exércitos às imposições estratégicas da potência estrangeira".

"Esses (últimos) governantes vão tremer diante do poderio militar dos Estados Unidos e transformarão seus exércitos em peões do império", afirmou Quintana.

O ministro destacou ainda que Peru e Colômbia formam "um eixo" que divide a região e "dá as costas" às reivindicações dos povos do América do Sul por sua "soberania" e seu desenvolvimento.

Por sua vez, o presidente Evo Morales, que também participou da entrevista, reiterou a proposta para que, no caso de uma falta de consenso entre os presidentes, seja realizado um referendo na região para determinar se os povos sul-americanos concordam ou não com a presença militar americana na Colômbia.

O Governo de Álvaro Uribe deixou claro que o acordo não implica a instalação de bases americanas na Colômbia, mas o uso de instalações sob comando colombiano pelas forças dos EUA.

Venezuela e Equador, assim como a Bolívia, rejeitam o acordo entre Colômbia e EUA. Outros países da região, como o Brasil, manifestaram sua preocupação, mas enfatizaram o respeito à soberania colombiana. EFE ja/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG