patrimônio oculto - Mundo - iG" /

Bolívia diz que agência antidrogas dos EUA tem patrimônio oculto

LA PAZ - O Governo boliviano inspecionará as instalações da Agência Antidrogas dos Estados Unidos (DEA, em inglês) no país em busca de patrimônio oculto, anunciou o ministro do Interior, Alfredo Rada, em entrevista ao jornal La Prensa publicada hoje.

EFE |

"Pode ser que existam patrimônios ocultos (...) vamos realizar inspeções de todas as casas da DEA", disse o ministro, que destacou que os bens da agência americana "foram entregues em doação e passarão a ser nacionalizados".

O ministro assegurou que se a DEA resistir a que os agentes do Governo revistem suas instalações, "se entrará a força nesses lugares", mas só se forem detectadas "atitudes de desafio".

O presidente Evo Morales tornou pública em 1º de novembro sua decisão de suspender por tempo indeterminado as operações da DEA na Bolívia, segundo alegou, por ter conspirado contra si nos distúrbios provocados por opositores em setembro.

Morales também acusou os agentes americanos de terem protegido e estimulado o tráfico de drogas, citando dois casos de 1986 e 1995 na Bolívia, e de ter matado produtores de coca, e disse que apresentará as provas ao presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama.

Os 37 agentes da DEA destinados na Bolívia devem sair do país em três meses, segundo a decisão de Morales, e todo o equipamento técnico e logístico, armamento, 200 veículos e outros ativos passarão a ser propriedade do Estado boliviano.

Apesar da expulsão da DEA, o Governo boliviano ratificou que intensificará a luta contra o tráfico de drogas e, como prova, destacou que, neste ano, foram realizadas 9.600 operações policiais antidrogas, contra uma média de três mil ou quatro mil de gestões anteriores.

    Leia tudo sobre: bolívia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG