Bolívia desmonta fábrica que podia processar 250 kg de cocaína por dia

La Paz, 12 mar (EFE).- A Polícia boliviana destruiu uma fábrica de drogas com capacidade para processar até 250 quilos de cocaína de alta pureza por dia, em Santa Cruz, no leste do país, informou o chefe da Força Especial de Luta Contra o Narcotráfico (Felcn), Félix Molina.

EFE |

Molina acredita que a fábrica produzia cerca de 250 quilos de cocaína por dia, e acredita que foi montada por narcotraficantes colombianos entre o final de 2009 e início deste ano, 2010 com investimento de "vários milhões de dólares".

Na operação, a Polícia antidrogas deteve um cidadão boliviano e confiscou armas de grosso calibre, munição, equipamentos de comunicação de alta tecnologia e uma "quantidade impressionante" de produtos químicos para fabricar a droga, explicou Molina.

Segundo a "ABI", este é "o mais duro golpe ao narcotráfico na Bolívia" nos últimos 24 meses.

A Felcn encontrou no ano passado várias fábricas de drogas em diferentes pontos de Santa Cruz, todas supostamente ligadas a narcotraficantes colombianos. EFE lav/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG