O Congresso da Bolívia aprovou nesta quinta-feira uma lei proposta pelo presidente Evo Morales para convocar, em um prazo de 90 dias, um referendo revogatório do mandato do presidente, vice-presidente e dos nove prefeitos do país, informou o Senado boliviano.

Os mandatos de Morales e Alvaro García Linera, que se encerram em janeiro de 2011, poderão ser revogados caso superem os votos recebidos por ambos nas eleições de dezembro de 2005, que foram no total de 53,74%.

jac/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.