Bolívia confirma 21 mortes em decorrência da gripe

La Paz, 29 ago (EFE).- As autoridades sanitárias da Bolívia confirmaram hoje que o número de falecidos em consequência da gripe A no país subiu para 21, após a morte de um homem de 48 anos no departamento de La Paz.

EFE |

O diretor nacional de Epidemiologia, Eddy Martínez, disse à imprensa que a morte aconteceu na quinta-feira.

Das 21 mortes pela gripe registradas na Bolívia, dez aconteceram em La Paz, cinco em Santa Cruz (leste do país), duas em Potosí (sudoeste), duas em Cochabamba (centro) e duas em Tarija (sul).

Martínez disse que, na segunda-feira, saberá se as mortes de mais quatro pessoas, três em Potosí e uma em Chuquisaca (sul), também foram causadas pela doença.

Segundo os últimos dados oficiais, o número de infectados no país chega a 1.400, em oito das nove regiões da Bolívia.

O departamento amazônico de Pando, no norte do país, é o único que não tem nenhum caso de gripe confirmado.

O ministro boliviano de Saúde, Ramiro Taipa, pediu às autoridades sanitárias regionais e à população "que não baixe guarda" contra a pandemia, para evitar sua propagação. EFE gb/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG