Bolívia cogita usar outro duto para enviar gás ao Brasil

La Paz, 10 set (EFE).- A companhia Transierra informou hoje que a Bolívia analisa usar outro gasoduto para restabelecer o fornecimento de gás ao Brasil, que diminuiu em 10% devido a uma explosão causada por um atentado contra dutos da empresa.

EFE |

O gerente comercial da Transierra, Jorge Boland, disse à Agência Efe que as empresas petrolíferas podem "transferir" os três milhões de metros cúbicos de gás que deixaram de ser fornecidos hoje para um duto operado pela empresa Transredes, nacionalizada em maio.

Os envios de gás boliviano caíram de 30 milhões para 27 milhões de metros cúbicos, devido à explosão na válvula de um gasoduto localizado entre os campos San Alberto e San Antonio.

O gasoduto danificado une o sul da Bolívia com o departamento de Santa Cruz, onde as tubulações se conectam com o duto internacional que leva o gás até São Paulo.

"O gás que estava sendo transportado por nós agora tem que ser desviado para a Transredes", afirmou Boland, segundo quem a manobra será prorrogada até que válvula danificada seja reparada. EFE ja/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG