Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Bolívia buscará solução diplomática para problemas com Peru

La Paz, 7 jul (EFE).- O ministro de Relações Exteriores boliviano, David Choquehuanca, afirmou hoje que os problemas com o Peru serão resolvidos pela via diplomática e à margem dos meios comunicação.

EFE |

"Vamos resolver este problema pela via diplomática e não através da imprensa", disse o chanceler boliviano no Palácio do Governo, em La Paz.

Os Governos de Bolívia e Peru mantêm uma tensa relação desde as declarações do presidente boliviano, Evo Morales, sobre a instalação de uma suposta base militar dos Estados Unidos em território peruano.

O Governo peruano negou a existência de uma base americana e considerou as declarações como uma intromissão nos assuntos internos do país.

Após o incidente, o Governo de Alan García chamou o seu embaixador em La Paz, Fernando Rojas, para consultas e, posteriormente, enviou uma carta à Organização dos Estados Americanos (OEA), na qual denunciou as contínuas intromissões do líder boliviano na política interna de seu país.

Choquehuanca revelou hoje que está em contato com autoridades da OEA e da Chancelaria peruana para resolver "este problema" pela via diplomática, no entanto não revelou detalhes sobre o avanço das discussões.

No domingo, o embaixador boliviano plenipotenciário para Assuntos econômicos, Pablo Solón, disse à imprensa que os problemas entre Bolívia e Peru passam pelo Tratado de Livre-Comércio (TLC) com os EUA e pela negociação da Comunidade Andina (CAN) com a União Européia (UE).

O chanceler boliviano evitou enumerar as causas dos problemas com o Peru, mas reconheceu que "houve algumas diferenças entre estes dois países". Ele ainda ressaltou que não foi a Bolívia que levou estas divergências para a OEA. EFE rs/ab/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG