Bolívia anuncia 3ª morte pela gripe

La Paz, 17 jul (EFE).- Um jovem de 26 anos infectado com a gripe suína morreu na cidade de La Paz, e com isso já três as vítimas fatais da doença na Bolívia, informou hoje o Governo boliviano.

EFE |

O chefe de Epidemiologia do Ministério da Saúde da Bolívia, Eddy Martínez, disse à Agência Efe que o jovem morreu na quarta-feira no hospital militar devido a uma falência múltipla e pela gripe.

Segundo o funcionário, agora se investiga se outra morte, na terça-feira, na cidade de El Alto, também foi por causa da gripe.

Na semana passada, vieram informações na cidade de Santa Cruz das primeiras duas vítimas bolivianas, uma menina de 6 anos e um homem de 59 anos, que também tinham outras doenças.

O número de infectados em todo o país ficou em 611, 425 dos quais foram informados em Santa Cruz, 85 em La Paz e 66 em Cochabamba, que são as principais cidades do país.

A região de Pando, na fronteira com o Brasil, é a única das nove da Bolívia onde até agora não registrou casos oficialmente, apesar de Martínez admitir que isso pode ser explicado porque naquele local há poucas amostras para exames.

O Ministério da Saúde boliviano conta com 22 mil tratamentos médicos para a gripe suína, comprará mais 10 mil e receberá uma doação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de outros 10 mil.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG