Bogotá indica que obteve informações valiosas sobre narcotráfico nas Farc

O governo colombiano assegurou nesta segunda-feira que encontrou informações valiosas sobre as atividades de narcotráfico da guerrilha das Farc, após o bombardeio ao acampamento de um líder do grupo no qual nove rebeldes morreram e um milhão de dólares foram apreendidos.

AFP |

Segundo o ministro da Defesa, Juan Manuel Santos, os militares encontraram três computadores e cerca 40 'pen drives' no esconderijo do líder da frente 43 das Farc, Géner García, chamado de 'John 40', atacado na semana passada pela Força Aérea e pelo Exército no Departamento de Guaviare (sudeste).

"O mais importante foi a quantidade de informações que conseguimos obter, porque foram encontrados três computadores e quase 40 'pen drives'. Quando foram acessados, descobrimos que havia uma quantidade de informações que ninguém imaginava", declarou o ministro à rádio Caracol.

Santos ressaltou que é "informação valiosa porque está relacionada às finanças, à identificação de toda a estrutura militar", e equivale a "2,5 ou 3 vezes as informações encontradas nos computadores de Raúl Reyes", o ex-número dois das Farc morto no dia 1º de março em território equatoriano.

Santos disse também que 'John 40' "escapou por milagre" da morte no bombardeio, embora tenha saído ferido e fuja pela selva com "três ou quatro pessoas". Quatro guerrilheiros foram presos na operação.

O diretor da Polícia, general Oscar Naranjo, disse que uma equipe de militares e policiais trabalha na análise das informações.

axm/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG