Bocog afirma que percurso da tocha segue em Sichuan após réplica de terremoto

Redação Central, 2 ago (EFE).- O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim (Bocog, em inglês) confirmou que o percurso da tocha pela província chinesa de Sichuan não será modificado, após a réplica de 6,1 graus registrada nesta sexta-feira relativa ao terremoto de maio, segundo a agência oficial chinesa Xinhua.

EFE |

"Soubemos da situação e estamos em contato com departamentos em Sichuan", disse o porta-voz do Bocog Sun Weide, acrescentando que a preparação para a passagem da tocha por Sichuan, de 3 a 5 de agosto, está seguindo "suavemente".

O plano original previa que a tocha passaria em Sichuan de 15 a 18 de junho, mas, após o tremor de maio, o Bocog redefiniu o percurso e decidiu fazer o revezamento na província chinesa em agosto.

A réplica de 6,1 graus de magnitude desta sexta-feira em Sichuan deixou 231 feridos, quatro deles em estado grave. Em 12 de maio, um terremoto de 8 graus deixou quase 90 mil mortos e desaparecidos, segundo a "Rádio Internacional da China".

Os sismólogos chineses já registraram 21.245 réplicas desde que em 12 de maio ocorreu o forte terremoto de Sichuan. EFE an/rd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG