Boca-de-urna dá vantagem eleitoral a partido governista na Índia

Nova Délhi, 13 mai (EFE).- Pesquisas, estimativas de voto e até apostas divulgadas pelos canais de televisão no fechamento das urnas hoje na Índia concedem uma ligeira vantagem eleitoral ao Partido do Congresso de Sonia Gandhi, atualmente no poder.

EFE |

A apuração começa neste sábado, quando a Comissão Eleitoral espera anunciar o resultado das cinco etapas de votação nas quais foram divididas as eleições, que começaram em 16 de abril e acabaram hoje.

Segundo uma análise pós-eleitoral do Centro para o Estudo das Sociedades em Desenvolvimento (CSDS), que elaborou pesquisas em votações anteriores, o Partido de Gandhi pode conquistar entre 145 (o mesmo número de agora) e 160 cadeiras das 543 do Parlamento.

Já a legenda de oposição hinduísta Bharatiya Janata Party (BJP, com 138 assentos até agora) conquista entre 135 e 150 cadeiras na Câmara Baixa, segundo a pesquisa, divulgada pela cadeia "CNN-IBN".

O centro explicou que os dados podem ser corrigidos, pois não incluem a análise do voto emitido hoje em nove estados e territórios nos quais quase 108 milhões dos 714 milhões de eleitores tinham sido convocados às urnas.

O CSDS afirmou que a Aliança Progressista Unida (UPA), liderada pelo Partido de Gandhi, pode conquistar entre 185 e 205 vagas, enquanto a Aliança Nacional Democrática (NDA), do BJP, pode obter entre 165 e 185.

A Terceira Frente, um novo bloco de partidos comunistas e regionais, ficaria com entre 110 e 130 deputados, de acordo com o centro.

Alguns veículos de comunicação lembraram que as projeções de voto divulgadas ao fim das eleições de 2004 foram totalmente errôneas, pois deram ao BJP a "vitória" que finalmente ficou com o Partido do Congresso.

Por outro lado, o canal "NDTV 24x7" divulgou projeções de voto dos dois principais partidos, que obviamente se asseguram a vitória eleitoral.

Segundo as estimativas, o BJP receberia 166 cadeiras -217 com os aliados da NDA - e o Partido do Congresso teria só 139, enquanto a legenda de Gandhi acredita que conquistaria 205 assentos.

A emissora "News 24", por sua vez, afirma que o Partido do Congresso espera que a UPA obtenha 218 assentos, frente a 194 da NDA, enquanto o BJP calcula que seu bloco somará 215 e a legenda adversária ficaria com somente 170.

Outro canal, o "Índia TV", ofereceu sua própria pesquisa de boca-de-urna, segundo a qual a UPA pode conquistar entre 195 e 201 cadeiras, enquanto a NDA ficaria com entre 189 e 195 e a Terceira Frente obteria entre 113 e 121. EFE ja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG