Bloomberg diz que não concorrerá à presidência dos EUA em 2012

Prefeito de Nova York diz que seu objetivo é deixar o cargo como "o maior de todos"

iG São Paulo |

AP
Michael Bloomberg concede entrevista ao programa "Meet the Press"
O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, afirmou neste domingo que "de maneira alguma" concorrerá à presidência dos Estados Unidos nas eleições de 2012.

Ao participar do programa "Meet the Press", do canal CNBC, Bloomberg afirmou que pretende manter o foco no atual cargo e que aqueles que estão querendo que ele concorra à presidência "devem parar e desistir".

"O fato é que eu tenho grande cargo", disse Bloomberg. "Eu quero sair tendo uma grande reputação, como um prefeito muito bom, talvez o maior de todos."

Também neste domingo, o assessor político da Casa Branca, David Axelrod, afirmou que não prevê que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tenha um rival democrata para as eleições presidenciais de 2012.

Em entrevista ao canal americano CNN, David Axelrod disse que Obama tem um "forte apoio" dos democratas, e que estes reconhecem as grandes conquistas do governo nos últimos dois anos. O assessor, porém, reconheceu que as dificuldades em agilizar a recuperação econômica - sobretudo diante de uma alta taxa de desemprego -  têm repercussões políticas.

Com EFE e Reuters

    Leia tudo sobre: michael bloombergobamaeuaeleições 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG