Blogueiro que narrou sequestro fantasioso de banda britânica é inocentado

Um ex-funcionário público britânico que escreveu um artigo na internet no qual imaginava o sequestro e assassinato do grupo musical feminino Girls Aloud foi inocentado da acusação de obscenidade. Darryn Walker, de 35 anos, foi preso em sua casa em fevereiro de 2008, depois de uma denúncia feita pela organização britânica de vigilância na internet, Internet Watch Foundation.

BBC Brasil |

O blog de 12 páginas de Walker - Girls (Scream) Aloud ("Garotas Gritam Alto", em tradução livre, um trocadilho com o nome do grupo), que imaginava também o estupro das cantoras, tinha aparecido em um site de pornografia.

Na audiência em um tribunal de Newcastle, a promotoria alegou que o blogue poderia ser acessado por fãs menores de idade, mas a defesa disse que o acesso ao artigo era restrito e que este só poderia ser encontrado por pessoas à procura deste tipo específico de material.

'Sem censura'
A promotoria afirmou que o artigo de Walker era acessível a "pessoas particularmente vulneráveis - jovens interessados em um grupo de música pop em particular".

No entanto, um relatório de um especialista em tecnologia, encomendado pela defesa, afirmou que o artigo poderia ser encontrado apenas por usuários da internet que estivessem à procura deste tipo de material.

O relatório de um psiquiatra também afirmou ser "sem fundamento" sugerir que este tipo de material poderia transformar outras pessoas em predadores sexuais.

Tim Owen, o advogado de Walker, afirmou que artigo semelhantes ao escrito pelo ex-funcionário público "estão disponíveis na internet sem regulamentação ou censura".

"Em termos de sua suposta obscenidade, francamente, não é melhor nem pior do que outros artigos", disse o advogado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG