Blair pede o fim dos disparos palestinos e de ataques israelenses

O representante do Quarteto para o Oriente Médio, Tony Blair, pediu neste sábado o fim imediato dos disparos de foguetes palestinos contra Israel e dos ataques aéreos do Exército hebreu na Faixa de Gaza.

AFP |

"Os terríveis acontecimentos e a trágica perda de vidas em Gaza exigem, de imediato, a introdução de uma calma genuína, que passa pelo fim dos ataques com foguetes destinados a matar a civis israelenses e dos ataques israelenses em Gaza", afirmou o enviado especial para o Oriente Médio.

"Posteriormente, como já afirmei em várias ocasiões, devemos conceber uma nova estratégia para Gaza, que situe novamente este território sob o guarda-chuva legítimo da Autoridade Palestina", prosseguiu Blair.

Para o ex-premier britânico, esta seria a forma de "acabar com o sofrimento" da população palestina e de "proteger totalmente a segurança de Israel".

Um total de 195 palestinos faleceram neste sábado e 300 ficaram feridos, 120 deles em estado grave, em uma vasta ofensiva da aviação israelense na Faixa de Gaza.

Em represália, dezenas de foguetes foram disparados contra Israel, matando uma civil.

elm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG