Blair pede acordo ao G8 para reduzir emissões de CO2 em 2050

Tóquio - O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair reivindicou hoje que os líderes do Grupo dos Oito (G8) cheguem a um acordo para reduzir pela metade as emissões de CO2 em 2050, durante a cúpula em Hokkaido (norte do Japão), no início de julho.

EFE |

Em uma conferência em Tóquio, Blair disse que esse deveria ser o principal objetivo da cúpula do G8 (EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Canadá, Japão e Rússia), que será realizada de 7 a 9 de julho.

"Acho que o importante este ano no G8 é conseguir que um acordo para 2050", afirmou o ex-primeiro-ministro do Reino Unido e atual enviado especial para o Oriente Médio, informou a agência local "Kyodo".

Para Tony Blair, é preciso que o G8 eleja "um caminho realista" para a redução de gases poluentes e que, ao mesmo tempo, defina "uma direção clara" em sua cúpula de Hokkaido.

Blair, que visita Tóquio, entregou um relatório sobre a mudança climática ao primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda, elaborado por um grupo de estudo do meio ambiente do qual faz parte.

Leia mais sobre: G8

    Leia tudo sobre: aquecimento globalg8meio ambiente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG