Blair falará no dia 29 diante da comissão que investiga a Guerra do Iraque

Londres, 18 jan (EFE).- O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair comparecerá em 29 de janeiro diante da comissão independente que investiga a Guerra do Iraque.

EFE |

Nesta segunda-feira, os responsáveis da comissão anunciaram a data na qual o ex-primeiro-ministro deverá prestar depoimento, em um comparecimento que previsivelmente se dividirá em duas sessões de três horas.

Seu apoio à Guerra do Iraque é ainda um assunto muito controvertido no Reino Unido. Uma pesquisa da empresa YouGov, divulgado neste domingo, que indica que 52% dos cidadãos acreditam que Blair enganou à opinião pública para invadir Iraque, e que 23% consideram que deveria ser processado como criminoso de guerra.

Seu testemunho sucederá ao de seu ex-chefe de imprensa Alastair Campbell, que compareceu na semana passada, e de seus ex-ministros da Defesa Geoff Hoon e Assuntos Exteriores Jack Straw (hoje ministro da Justiça), que comparecerão na terça-feira e na quinta-feira, respectivamente.

O comparecimento de Blair vem precedido de revelações importantes, como a existência de uma correspondência secreta com Bush um ano antes da guerra na qual comprometeu o apoio militar do Reino Unido se os EUA decidissem ir à guerra. EFE fpb/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG