Blair exime Governo dos EUA de culpa em crise financeira

Lisboa, 29 set (EFE).- O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair afirmou hoje que as autoridades americanas atuaram de forma correta e fazendo o que deviam na crise financeira.

EFE |

Em uma conferência em Lisboa, Blair previu que a única forma de superar a situação nos mercados será iniciar "estratégias globais" para encarar problemas cada vez mais interligados.

O ex-primeiro-ministro trabalhista defendeu também uma Europa mais unida em política externa e defesa, de acordo com o que o mundo "espera".

Segundo ele, o desafio é particularmente importante em um momento como o atual, em que o eixo da economia e a política global se orientam inexoravelmente em direção à Ásia.

"Os países europeus devem cooperar em defesa e política externa para contar com uma posição comum nesses campos", disse o ex-premier, que ainda destacou que na nova ordem mundial é também necessário um bom entendimento entre Europa e Estados Unidos.

Ainda sobre a Europa, Blair recomendou que se encare adequadamente o futuro, que os cidadãos recebam uma educação com garantias e que se enfrente os desafios do mundo global com abertura. EFE arm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG